Educacional

A valência educacional da Cercilei é uma estrutura que funciona como um estabelecimento de Ensino e Educação Especial tutelado pelo Ministério de Educação.
 

Público-Alvo

Crianças e jovens com necessidades educativas especiais e com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos, que exijam um atendimento especifico resultante de:
  • Dificuldades graves de comunicação, no acesso ao currículo regular, designadamente nas áreas da motricidade, da linguagem, da visão e da audição;
  • Dificuldades graves de compreensão do currículo regular;
  • Problemas graves do foro emocional e comportamental;
  • Outros problemas que, por razões conjunturais ou contextuais, devidamente fundamentadas, exijam um atendimento especializado não disponível no quadro do atendimento regular.

Objetivos Gerais

O objectivo geral da valência Educativa consiste em promover o desenvolvimento integral do aluno, assegurando atividades letivas, terapêuticas e integração social que, de acordo com avaliação psicopedagógica, requer adaptações significativas em áreas do currículo comum.

Encaminhamento

O encaminhamento dos alunos para a valência Educativa, rege-se pela Lei nº 21/2008, de 12 de maio e pela Portaria n.º 1102/97, de 3 de novembro.
De forma sucinta, os procedimentos são os seguintes:
  • A primeira matrícula do aluno é efetuada na escola da área da sua residência.
  • A Direção da Escola, com a concordância ou vontade expressa pelo Encarregado de Educação, remete para a Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, até ao final do 2.º período do ano letivo anterior, o programa educativo individual do aluno, a proposta de encaminhamento para a instituição de educação especial, a declaração de aceitação do aluno por parte da Cercilei e a declaração de concordância do encarregado de educação.
  • O processo de transferência efetua-se após o parecer favorável por parte do Diretor dos Estabelecimentos Escolares.

Áreas de Intervenção

De acordo com as necessidades específicas de cada aluno, Plano Educativo Individual (PEI) e Programa Educativo (PE) revistos anualmente, são proporcionadas as seguintes áreas de intervenção:
  • Independência/autonomia pessoal - (higiene, alimentação e vestuário)
  • Estimulação sensorial
  • Desenvolvimento da linguagem
  • Iniciação ao grafismo
  • Cálculo e escrita funcional
  • Informática adaptada (CRID-Centro de Recursos para a Inclusão Digital do IPL)
  • Atividades da vida diária (AVD)
  • Terapias (Snoezelen, hipoterapia, atividades em meio aquático)
  • Socializações
  • Acompanhamento psicológico
  • Transição para a vida pós-escola

CRI - Centro de Recursos para a inclusão

A Cercilei, constituída como Centro de Recurso para a Inclusão em 2006, faz um balanço positivo dos passos dados no longo caminho a percorrer, com vista à promoção da qualidade de ensino num modelo de escola inclusiva, consagrando princípios, valores e instrumentos fundamentais para a igualdade de oportunidades1.
 In Protocolo de Colaboração Centros de Recursos para a Inclusão
 
Transcrevendo a 2ª cláusula do Protocolo de Colaboração celebrado,
1. Constitui objectivo geral dos CRI apoiar a inclusão no ensino regular das crianças e jovens com deficiências e incapacidades, através da facilitação do acesso ao ensino, à formação, ao trabalho, ao lazer, à participação social e à vida autónoma, promovendo o máximo potencial de cada indivíduo, em parceria com as estruturas da comunidade.
2. Constituem objectivos específicos dos Centros de Recursos:
a)Apoiar a elaboração, a implementação e monitorização de programas educativos individuais com base num processo de avaliação das capacidades e das características do contexto por referência à CIF-CJ;
b)Criar e disseminar materiais de trabalho de apoio às práticas docentes, nos domínios da avaliação e da intervenção;
c)Consciencializar a comunidade educativa para a inclusão de pessoas com deficiência e incapacidade;
d)Promover e monitorizar processos de transição no percurso de vida, desde a intervenção precoce até à saída para a vida pós-escolar de jovens com deficiência e incapacidade;
e)Promover os níveis de qualificação escolar e profissional, apoiando as escolas e os alunos;
f)Promover a formação contínua dos docentes;
g)Promover a participação social e a vida autónoma;
h)Promover acessibilidades.
 
Funcionando na lógica do trabalho em parceria com os agrupamentos de escolas da área de abrangência do CRI, entre estes deve ser estabelecido um Acordo de Cooperação homologado pela Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares, Direcção de Serviços da Região Centro, para a prestação dos apoios especializados consoante as necessidades individuais identificadas.
 
A larga experiência das instituições, no âmbito da educação especial, tem proporcionado aos agrupamentos de escolas com alunos com deficiências e incapacidade, apoios especializados que, no caso da Cercilei, se traduz a nível da psicologia, fisioterapia, terapia da fala e terapia ocupacional.
 
Anualmente é feita uma avaliação que contempla um Relatório de Actividades que evidencie a efectivação do Plano de Acção previsto. De igual modo procede-se à reavaliação da distribuição dos recursos disponibilizados pelo CRI. Sabemos que para este tipo de população os apoios são sempre uma mais valia, mas também somos confrontados com a necessidade de gerir recursos.
Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30
Períodos de
encerramento
Mês de agosto
24 e 31 de Dezembro
Terça-feira de Carnaval
Equipa Técnica
Docente especializado em Educação Especial
Terapeuta da Fala
Fisioterapeuta
Psicólogo
Auxiliar Pedagógica Ensino Especial
Coordenadora Pedagógica
Maria José Damásio

SIGA-NOS

Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Leiria, C.R.L.
Estrada das Moitas Altas, 279
Pinheiros • Apartado 571 • 2401-976 LEIRIA
Telf.: 244 850 970

Copyright@2017 PLX Design

Ajude dando o que quiser e apoie a Cercilei a fazer a diferença.

Links Rápidos:
Colabore connosco.
Contactos:

Gostava de fazer parte da nossa equipa? Envie o seu curriculum.

Envie-nos a sua opinião, sugestão ou reclamação.

geral@cercilei.pt